Os riscos dos pneus recauchutados e remoldados

Hoje em dias, os pneus estão bastante duráveis e possuem uma vida útil longa, mas inevitavelmente eles se gastam e precisam ser trocados. Quando isto ocorre, os pneus recauchutados e remoldados costumam ser uma opção econômica, contudo eles podem apresentar alguns riscos sérios caso não estejam dentro dos padrões de qualidade ideais.

Para te ajudar e identificar estes riscos e se prevenir de adquirir pneus que comprometam sua segurança, preparamos este post para explicar melhor quais riscos eles podem apresentar e como evitá-los.

O que são pneus recauchutados e remoldados?

Antes de qualquer coisa, é importante fazer esta distinção, pois recauchutado e remoldado não são sinônimos. Embora ambos os termos sejam utilizados para descrever pneus usados que estão prontos para serem reutilizados, os processos de cada um são diferentes.

Os pneus recauchutados passam por um processo mais simplificado para seu reparo e reuso. Eles recebem uma nova camada de borracha na parte desgastada do pneu e essa nova camada é fixada através de colagem.

Já os pneus remoldados recebem um tratamento mais complexo para seu reaproveitamento. Neste caso, os pneus desgastados passam por um processo de raspagem da banda de rodagem e das laterais, o que elimina inclusive as inscrições do produto, deixando apenas a carcaça do pneu. Após esta etapa, ele recebe novas camadas de borracha para recompor as partes que foram raspadas, isto é, uma nova banda de rodagem e novas laterais e as inscrições com as novas especificações são aplicadas na carcaça. Todo este processo é feito através da técnica de vulcanização e é importante observar se o produto possui o selo de aprovação do Inmetro.

pneus recauchutados e remoldados

Quais riscos os pneus recauchutados e remoldados podem apresentar?

O maior problema destas pneus é que é difícil conseguir identificar as condições da carcaça sobre a qual as novas partes de borracha foram fixadas. Se a carcaça utilizada estiver com a sua malha de aço ou borracha lateral danificadas, os pneus recauchutados e remoldados podem entortar, aumentando o risco de acidentes.

Estes componentes não podem ser reparados, então se o pneu estiver com sua malha de aço ou lateral comprometidos, como no caso de um pneu que sofreu perfuração, por exemplo, ele fica inutilizável. Neste caso, o processo de recauchutagem e remoldagem serviriam apenas para mascarar um problema sério que pode colocar em risco a segurança do motorista.

Como se prevenir destes riscos?

Uma boa maneira de garantir que está comprando um produto de boa qualidade é conferir se ele possui o selo do Inmetro. Estes tipos de pneus também devem passar por testes de qualidade que conferem se os componentes do pneu estão íntegros e os expõe à testes de velocidade sobre cargas que é o mesmo utilizado nos pneus novos, então se o produto possuir o selo do Inmetro, significa que ele está aprovado para comercialização e utilização.

Contudo, nem sempre essa economia com os pneus reutilizados vale a pena. A diferença de preço entre pneus novos e pneus recauchutados e remoldados pode chegar a 30%, mas eles possuem metade da vida útil de um pneu novo, em média. E, como mencionado acima, podem ser perigosos caso não possuam o selo do Inmetro. Desta forma, talvez a melhor recomendação seja priorizar a segurança e durabilidade no momento de substituir os pneus e optar por produtos novos.

A Baltop Auto Center possui um amplo catálogo de pneus que conta com as principais marcas nacionais e importadas e, durante o mês de junho, está com promoções imperdíveis para pneus das marcas Dunlop, Falken, Pirelli e Goodyear, com preços a partir de R$219,00. Ao pesquisar por novos pneus para seu carro, peça seu orçamento online e confira nossos preços especiais!

pneus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *